ALICE NA CAVERNA

Forum de discussão filosófica sobre os mais variados temas.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Sara pereira 2 ano A



Mensagens : 1
Data de inscrição : 21/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Qui Set 21, 2017 10:41 pm

“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

• o filme busca temas filosóficos como a busca pela razão, e debate os valores morais, no caso da ressurreição que é a crença que os mortos irão ser trazidos de volta à vida, é um componente comum de diversas escatologias, principalmente a cristã, islâmica e judaica.
Frankeinsten queria criar vida após a morte, por ambição de querer ser mais poderoso que Deus .


Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

• A tecnologia contribui de uma forma cada vez mais para humanidade, que passa dos limites quando os cientistas tentam provar tudo em nossas vidas.



Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?
• debate os valores morais e a desconsideração deles na busca da razão e conceito de vida e existência, como Victor no fim do filme se revolta com o resultado de seu experimento implicando que um corpo sem a capacidade de pensar ou sentir não está realmente vivo.

Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

• Desde o instante em que nascemos, começamos a morrer e cada dia vivido, torna-se um dia a menos no calendário da existência. Essa é a nossa condição humana, a nossa marca existencial. Porém, ainda que a morte e o morrer sejam fenômenos inevitáveis, refletir sobre a finitude humana é algo desafiador, principalmente quando se trata de pacientes em situação de risco de vida, cuja morte, senão iminente, de alguma forma está anunciada. Na nossa sociedade, encarar a possibilidade da nossa própria morte e das pessoas que amamos é quase da ordem do insuportável, sobretudo quando se leva em consideração o atual contexto cultural em que vivemos. Como destaca Elias (2001), muito embora possamos observar o aumento da expectativa de vida da população, o progresso médico e a luta pelo prolongamento da vida, a morte é um aspecto que aponta os limites do homem sobre o controle da natureza. Parece paradoxal, sermos seres finitos e não aceitarmos a nossa própria condição humana. Talvez, esse sentimento de inconformidade venha atrelado a outras questões, mas, de um modo geral, percebemos que não é o medo da morte propriamente que se tem, mas é do sofrimento físico e emocional decorrente dela: medo de dor, de incapacidade física, de ausência de liberdade, de incompreensão e, principalmente, da solidão.

Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

• A história de Prometeu invoca, antes destas duas considerações, a noção de que a humanidade atual não é a primeira a existir, tornando poderosas a partir de ensinamentos e os dois procuravam criar e desafiaram os limites.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas Antonio



Mensagens : 1
Data de inscrição : 21/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Qui Set 21, 2017 10:57 pm

1- “Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Desde o inicio do filme Victor demonstra muita ambição, e arrogância e tem a certeza de que seus planos são infalíveis e que ele poderia quebrar barreiras trazendo vida á aquilo que não vive mais.

2- "Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?"

Pela busca da razão Victor queria passar por cima de tudo e de todos sem pensar nas consequências, até tirar vidas para chegar aonde queria.

3- "Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

O filme é baseado no racionalismo, ele usa a razão para alcançar a verdade.

4- "Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada."

Na minha opinião as pessoas que já se foram já cumpriam sua missão na terra, a vida e a morte é um ciclo no qual todos vamos passar.

5- "Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?"

Ambos queriam dar algo a mais para sociedade, ambos tinham o desejo de criar, mas desafiaram os limites.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
dudamehdef



Mensagens : 1
Data de inscrição : 21/09/2017

MensagemAssunto: Maria Eduarda - 2º A   Qui Set 21, 2017 10:59 pm

“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.
Victor sempre procurou ter poder, a sede do poder levou ao fracasso dele.
Queria controlar a vida das pessoas e fazer com que elas fossem seus subordinados.


Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?
A pessoa que busca a razão procura sempre encontrar a verdade mediante de fatos que comprovem a sua afirmação. Não ligam para os valores que terão que ultrapassar para conquistar este objetivo.


Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?
Busca pela razão, idealismo, racionalismo, amor a vida.


Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.
Para mim a vida e a morte são duas coisas distintas, não há maneiras de ressuscitar. Quando você morre a sua vida acaba e pronto.



Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

Queriam se tornar Deuses, criar e acabar com a vida humana.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ludmila Silva



Mensagens : 1
Data de inscrição : 20/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Qui Set 21, 2017 11:45 pm

Diante da obra citada e a adaptação cinematográfica (2015) exibido em sala de aula, argumente neste fórum sobre os seguintes tópicos:

•“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Todo ser humano está destinado a um ciclo, que se inicia com o nascimento e termina com a morte. No entanto, quando o corpo morre não há mais possibilidade deste retornar a vida.     O objetivo de Frankeinstein, era, através de experimentos e estudo dos processos químicos, desenvolver uma possibilidade de retorno da morte à vida e até mesmo de criação de seres.

•Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

Valores humanos são os fundamentos que constituem a consciência humana e a razão, direta, ou indiretamente pode questionar esses valores. Um destes fundamentos é o de que a nossa condição humana é a de nascer e posteriormente, morrer. Percebemos através do filme, que o progresso da ciência permitiu que Dr. Victor Frankeinstein, na esperança de criar um novo parecer sobre a vida e a morte, tentasse desenvolver através de experimentos e estudos, uma forma  de romper os laços entre esses dois eventos, tentando reconstituir um valor já constituído. Isso pode ser considerado uma tentativa de ultrapassar os valores humanos através da busca pela razão.

•Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

A busca pela razão através do cientificismo, na minha opinião é a principal fundamentação filosófica presente no filme. Essa busca incansável, levou Dr. Victor a crer que a ciência é absoluta, fonte de explicação para tudo que existe e que através dos seus conhecimentos científicos poderia mudar o caminho já traçado para a humanidade, criando novos caminhos. O alto nível de conhecimento da parte do médico, não foi o suficiente para resgatar ou criar novas vidas, provando então que a ciência também tem as suas limitações

•Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

Na minha opinião, mesmo a morte sendo a incógnita da vida, é um fator biológico pelo qual todo ser humano inevitavelmente passará, uns de uma forma mais branda e outros de uma forma mais dolorosa, talvez. E não está ao alcance do homem, mesmo que através da ciência, mudar definitivamente isso. O poder criador não pertence a homem algum e a tentativa de ter esse poder abala as estruturas éticas e morais da sociedade, fato que não deve ocorrer.

•Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

Diz a mitologia que o Titã Prometeu, sabendo que a terra estava adormecida, apanhou um bocado de argila e molhou-a com um pouco de água de um rio, fazendo com essa matéria, o homem. Victor ambiciosamente criou também uma vida, mas que era vazia e sem conhecimento. Ambos tentaram expandir os limites da criação humana, aonde se estabelece um paralelo entre os dois personagens. Ambos caíram na angústia, sentindo a culpa da ambição por fazer coisas que não estavam ao alcance deles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Henrique



Mensagens : 1
Data de inscrição : 13/09/2017

MensagemAssunto: Matheus Henrique 2-anoA   Qui Set 21, 2017 11:58 pm

“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

R= O Victor sendo um cientista, ele busca um grande invento, que ele focou no estudo de buscar a vida após a morte. Para isso ele estava em busca do maior ato ocorrido na religião que é a ressurreição.


Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

R= A busca pela razão foi e é responsável por grandes evoluções tecnologicas e cientificas, mas quando essa busca pela razão ultrapassa os valores humanos, acaba ocorrendo a falta de ética, que está descrito no filme, pela falta de etica, com as pessoas que estão mortas


Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

R= O iluminismo é o fundamento filosofico mais presente no filme, pois em todo o momento o Victor busca a sua razão


Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

R=Na minha opinião, não é impossivel a busca da vida após a morte, pois isso acontece, mas nao em grande escala, sendo que quando uma pessoa tem uma parada cardiaca, os medicos traz o paciente de volta a vida, mas isso acontece momentos apos a morte da pessoa. o Victor nao teve etica em busca da vida, pois ele nao respeitou a morte das pessoas, que ja tinham morrido muito tempos antes.


Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

R= A analogia feita no filme, é a de que o victor quer ter o mesmo poder do deus grego, que foi o titã que criou a humanidade. sendo que ele chegou a criar um ser vivo, mas acabou criando um ser sem alma, nao chegando no mesmo objetivo do prometeus.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
phelps1



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Philipe 2ºB   Sex Set 22, 2017 8:56 am

• “Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Victor Frankenstein sempre foi um jovem curioso, ousado e perspicaz. Leitor de livros de filosofia natural, e grande observador da natureza. Ele foi um burguês criado nos pensamentos iluministas, onde a ciência era seu Deus e o progresso o seu chão. Ele não mediu esforços para roubar o dom da criação, o dom de suspender a morte e dar a vida.

• Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

A partir de experimentos que não respeitam os valores humanos, sendo antiéticos, visando ascensão social.

• Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

O filme aborda o pensamento iluminista, quando a sociedade se livrou da idade das trevas e buscou a razão. E também o pensamento empirista, que o conhecimento só foi possível a partir do experimento.

MensagemAssunto: Brenda Ellen - 2º Ano B   Qua Set 13, 2017 8:25 pm Marcar/Desmarcar multi-citação Responder com citação
• “Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Em minha opinião essa é uma afirmação ambiciosa com uma ideia perigosa por trás dela. Por mais que a tecnologia e ciência avancem com o tempo, trazendo melhorias na vida de todos, tentar mudar um fato tão concreto quanto a existência da morte é algo irreal.
Dentre tantas discussões, diferentes crenças e mudanças no mundo e sua forma de pensar uma certeza prevalece: Todos morrem um dia. Não é algo confortável de pensar ou bonito de se ouvir, mas é uma das poucas regras inquebráveis nesse mundo. Acredito que “romper os laços entre a vida e a morte” não iluminaria esse mundo, apenas o tornaria um lugar mais perigoso e incerto.


• Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

Por meios e experimentos antiéticos ou movidos puramente por interesses políticos ou comerciais a busca pela razão acaba se tornando uma coisa nociva para a sociedade e ultrapassa os valores humanos.


• Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

O filme aborda temas filosóficos como a busca pela razão; debate os valores morais e a desconsideração deles na busca da razão e conceito de vida e existência, como Victor no fim do filme se revolta com o resultado de seu experimento implicando que um corpo sem a capacidade de pensar ou sentir não está realmente vivo.


• Victor Frankenstein é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

O poder de dar a vida e a morte é um poder divino, ou seja, apenas Deus tem esse poder de quem vive e quem morre. Na bíblia há a ressurreição, entretanto é vindo de um poder divino, onde Jesus Cristo após ser pregado na cruz é morto e sepultado e ressuscita ao terceiro dia, já que ele estava destinado a livrar o pecado dos homens.

• Qual a analogia da criação de Victor Frankenstein e o mito de Prometeu?

Victor Frankenstein queria roubar o dom divino, o segredo da criação, o dom de suspender a morte e dar a vida, assim como Prometeu, o desejo de roubar o fogo do conhecimento dos deuses e vencer os laços naturais da morte, assim, o lugar de Deus.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rafael Augusto 2b



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sex Set 22, 2017 2:40 pm

“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Ao meu ponto de vista , o Doutor Frankestein é um cientista com um pensamento futurista , onde ele tenta atingir a resposta para uma pergunta que incomoda a toda humanidade '' Para onde vamos depois da morte ''. Ao ponto de vista do cientista , ele poderia ''mudar'' a resposta ainda nao encontrada , ou seja ele queria fazer com que o lugar depois da morte , seja o mesmo onde estava antes dela. Em outras palavras ressurreição.


Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

A busca pela razão ultrapassa os valores humanos , a partir da hora em que o razão se torna a unica verdade para alguem , ou seja procurar responder tudo com experimentos e não experiencias de vida. A partir da hora que voce deixa de viver para seguir a busca pela razão , voce se torna ignorante o fazendo ultrapassar os seus valores por conta do proprio ego.

Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?


As fundamentações filosoficas presentes no filme sao , o racionalismo , ou seja buscar as respostas para tudo atraves da razão e o iluminismo , onde mostra o ser humano como uma crianção perfeita que tem o dom do conhecimento para encontrar as respostas para tudo.


Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.


Em minha sincera opinião , o homem não tem que se apegar a viver sempre no limite , ele deve sempre fazer o que os outros não se disponhem a fazer . A vida apos a morte seria algo fantastico , tanto para o desenvolvimento humano quanto para o pensamento humano . Essa busca poderia fazer com que muitas pessoas que sofrem de tristeza por terem medo da morte mudem seus pensamentos e vivam a vida de um modo mais feliz sem ter medo do amanha.

Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

Podemos perceber que tanto no mito quanto no filme , existe a busca de uma forma de ajudar o ser humano a nao depender dos deuses para tudo , para que os humanos possam decidir seu proprio destino e nao ''Deus''.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
BrunaDrumond



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Bruna Drumond - 2º B   Sex Set 22, 2017 4:39 pm

Diante da obra citada e a adaptação cinematográfica (2015) exibido em sala de aula, argumente neste fórum sobre os seguintes tópicos:


“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.


Na minha opinião, Victor sempre foi um homem muito ambicioso, e, por causa de sua arrogância em tentar ser um "deus" ele acabou fracassando.

Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

Por causa da razão, o homem acaba deixando de lado seus valores e age impulsivamente, não se importando com as pessoas que estão ao seu redor.


Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

O filme destaca o pensamento iluminista e a necessidade da busca pela razão

Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?


Victor Frankenstein e o mito de Prometeu tinham a intenção de colocar vida onde já não havia, tentando se tornar "deuses" desafiando seus limites e a sociedade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Flavia Loislanne



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sex Set 22, 2017 8:19 pm

Admin escreveu:
SHELLEY, Mary. Franskenstein.

Sinopse

   A princípio, tratava-se de um pequeno conto sobre um jovem estudante suíço que ambicionava criar um ser ideal, injetando vida a um corpo morto. Mais tarde, transformado em romance, tornou-se um marco na literatura do gênero. Frankenstein ou o Moderno Prometeu (Frankenstein; or the Modern Prometheus, no original em inglês), mais conhecido simplesmente por Frankenstein, é um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório. Mary Shelley escreveu a história quando tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817, e a obra foi primeiramente publicada em 1818, sem crédito para a autora na primeira edição. Atualmente costuma-se considerar a versão revisada da terceira edição do livro, publicada em 1831, como a definitiva. O romance obteve grande sucesso e gerou todo um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidental. (fonte : Skoob)
Diante da obra citada e a adaptação cinematográfica (2015) exibido em sala de aula, argumente neste fórum sobre os seguintes tópicos:


  • “Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Victor queria mostrar que algo não bem recebido pela igreja poderia vir a acontecer, essa ambição que ele tinha foi criticado, ele queria fazer uma mudança na ciência e desta forma atacava as regras religiosas.

  • Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

Como no filme as pessoas querem a partir da razão mudar algo natural e aceito de certo moda pelas pessoas, a busca pela razão traz seus benefícios, já que a tecnologia contribui de tal modo para o avanço da humanidade e acabando passando de devido limite.

  • Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

A busca da razão, devido ele prioriza a razão para alcançar suas metas,  tentando provar as coisa não pela fé e sim por suas experiencias.

  • Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.


    Acredito de que tal modo modo a fé e a razão necessárias para ter êxito, mas acredito que o resgate da vida apos a morte não e possível, mas se fosse só iria ter o objetivo de buscar o melhor.
  • Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

Victor como Prometeu queria o dom de impedir a morte e dar vida, a partir dos ensinamentos os dois procuravam criar e desafiar os limites.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Isadora Guimarães



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sex Set 22, 2017 9:35 pm

SHELLEY, Mary. Franskenstein.

Sinopse 
A princípio, tratava-se de um pequeno conto sobre um jovem estudante suíço que ambicionava criar um ser ideal, injetando vida a um corpo morto. Mais tarde, transformado em romance, tornou-se um marco na literatura do gênero. Frankenstein ou o Moderno Prometeu (Frankenstein; or the Modern Prometheus, no original em inglês), mais conhecido simplesmente por Frankenstein, é um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório. Mary Shelley escreveu a história quando tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817, e a obra foi primeiramente publicada em 1818, sem crédito para a autora na primeira edição. Atualmente costuma-se considerar a versão revisada da terceira edição do livro, publicada em 1831, como a definitiva. O romance obteve grande sucesso e gerou todo um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidental. (fonte : Skoob)
Diante da obra citada e a adaptação cinematográfica (2015) exibido em sala de aula, argumente neste fórum sobre os seguintes tópicos:

“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Victor era um jovem curioso,ambicioso e devoto da ciência. Um burguês criado nos pensamento iluminista, onde Deus era sua ciência e o progresso seu chão, não mediu esforços para roubar o segredo da criação, o dom de suspender a morte e dar a vida.

Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

A busca pela razão ultrapassa os valores humanos quando ocorrem experimentos antiéticos, que visam satisfazer seus próprios interesses.



Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

Iluminismo, racionalismo e a busca pela razão.


Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

Para mim, o poder de resgatar vidas é apenas divino.

Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

Tinham o objetivo de trazer de volta à vida algo já morto, tentando obter o poder divino e não depender dos Deuses.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel Caramatti



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sex Set 22, 2017 9:52 pm

“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.
Eu acho que Victor era uma pessoa muito ambiciosa e com características psicológicas iluministas, e com isso ele causou uma revolução na ciência da época


Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?
Quando passa a prejudicar as outras pessoas e favorecer a apenas uma.


Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?
O iluminismo, a busca pela razão

Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.
Ele queria ser reconhecido como mais que um simples homem, mas como um com poderes divinos, que trariam vida na morte

Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?
Tinham o objetivo de trazer de volta à vida algo já morto, tentando obter o poder divino e não depender dos Deuses.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rafael Padilha



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sex Set 22, 2017 10:07 pm

Rafael Padilha 2B

“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.
Essa afirmação esta de acordo com o filme quando o personagem victor e o igor criam "vida" apos a morte com corpos diferentes tendo ate mesmo dois corações ou seja fazendo uma "Ressurreição" onde ele quebra os limites entre a vida e a morte fazendo com que não existisse mais morte desde quando ele quiser reviver a pessoa


Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?
a busca pela razão ultrapassa os valores humanos que é sacrificando vidas em prol de um bem maior como aconteceu com Leonardo da Vinci que violou túmulos pegando os cadaveres para estudar anatomia do corpo que na época não era ético e afetava os valores humanos so para ter uma avanço como na fala de Nicolau Maquiavel os fins justificam os meios


Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?
os fundamentos do filme é o racionalismo onde o personagem principal victor usa a razão para explicar tudo


Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.
em minha opinião o que o victor fez não foi criar vida i sim um tipo de "robo" pois no filme parecia que o que ele criou não pensava não tinha emoções ou seja não fazia nada racional ou que parece estar bem e eu acho que alguém deve ser devolvido a vida não como no filme pois aquilo não parecia estar "vivo" e que a ética tem quer ser seguida desde seja um grande avanço


Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?
na mitologia grega o prometeu ele foi o criador da humanidade e o victor Frankestein tambem criou vida so que a partir da morte intitulando-se o "prometeu moderno"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Primadonna



Mensagens : 1
Data de inscrição : 21/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sex Set 22, 2017 10:37 pm

1- Essa afirmação retrata o filme no aspecto da ressurreição, onde ele quebra a barreira de que a ressurreição é um poder divino.

2- A partir do momento que o homem usa a razão para prejudicar outras pessoa.

3- O racionalismo e iluminismo caracterizado pela vontade de ser a luz no meio das sombras.

4- Na mitologia grega, Prometeu criou a humanidade com o poder da criação, geração de vida, já Victor criou vida a partir da morte de outros.

Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sofia Gabrielle



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sex Set 22, 2017 10:53 pm

1) Victor era um homem ambicioso que queria quebrar o ciclo da vida trazendo uma revoluçao na ciência que ultrapassava as regras religiosa.

2) Quando ultrapassa os valores éticos satisfazendo seus próprios interesses.

3)Iluminismo e racionalismo

4)Em minha opinião devemos sempre buscar desafiar as coisas estabilidade na Bíblia, ter o poder de dar a vida após a morte seria maravilhoso.

5) Dar vida após a morde desafiando os limites da sociedade e da força divina.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Laura Cristina



Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sex Set 22, 2017 11:56 pm

Admin escreveu:
SHELLEY, Mary. Franskenstein.

Sinopse

   A princípio, tratava-se de um pequeno conto sobre um jovem estudante suíço que ambicionava criar um ser ideal, injetando vida a um corpo morto. Mais tarde, transformado em romance, tornou-se um marco na literatura do gênero. Frankenstein ou o Moderno Prometeu (Frankenstein; or the Modern Prometheus, no original em inglês), mais conhecido simplesmente por Frankenstein, é um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório. Mary Shelley escreveu a história quando tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817, e a obra foi primeiramente publicada em 1818, sem crédito para a autora na primeira edição. Atualmente costuma-se considerar a versão revisada da terceira edição do livro, publicada em 1831, como a definitiva. O romance obteve grande sucesso e gerou todo um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidental. (fonte : Skoob)
Diante da obra citada e a adaptação cinematográfica (2015) exibido em sala de aula, argumente neste fórum sobre os seguintes tópicos:


  • “Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Victor era um jovem curioso,ambicioso e devoto da ciência,o dom de suspender a morte e dar a vida.


[*]Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?
[/list]
A busca pela razão ultrapassa os valores humanos quando para satisfazer seus propios desejos.


    • Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

    Racionalismo busca pela razao[lista
  • Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

Em minha opinião,poder de resgatar vidas é apenas divino.

  • Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

Na mitologia grega o prometeu ele foi o criador da humanidade e o victor tambem criou vida so que a partir da morte intitulando-se o "prometeu moderno"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
anaclaradumba



Mensagens : 1
Data de inscrição : 23/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Sab Set 23, 2017 7:25 pm

• Diante dessa afirmativa, Victor demonstra o seu desejo de transcender os limites do homem e se igualar a Deus. Com isso, traria a humanidade para ciência, racionalidade e superaria a morte.
• A busca pela razão colide, principalmente, com valores religiosos. “Dar uma de Deus” nunca foi muito bem visto, bloqueando avanços. Contudo, ainda esses valores tendem a impedir uma busca com o propósito de benefício próprio, mas sim da humanidade. Caso contrário, seria uma busca desenfreada pela razão, ultrapassando a moral, ética e bom senso.
• Esse romance de terror foi escrito quando os ideais iluministas fervilhavam as mentes dos burgueses intelectualizados da época, que colocava a razão frente as explicações de tudo. E em busca do esclarecimento, pode-se perceber no filme, que a moral é deixada de lado e a ética ignorada.
• Vida e morte devem passar por intervenções. A questão maior não é se resgatar a vida deve ser feita, mas os motivos que levaram a querer isso. Visto que, o todo deve ser beneficiado e não fazer por questões de ego ou querer por querer.
• Prometeu significa antevisão, um titã que segundo a mitologia grega trouxe o fogo para humanidade. Com a criação Victor buscava trazer a luz para a humanidade, mas mais do que isso, Victor queria possuir esse fogo para se igualar a Deus.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leticia Do Carmo



Mensagens : 1
Data de inscrição : 23/09/2017

MensagemAssunto: Leticia Do Carmo Braz 2 A   Sab Set 23, 2017 7:46 pm

1- Esta é uma frase ambiciosa, assim como Victor, com intenção de realizar algo bom.Porém na frase não existe um pensamento sobre as consequências do ato da ressurreição.
2- A partir do momento em que usa a razão para satisfazer a si mesmo, e acabando as vezes prejudicando os outros.
3- Além do iluminismo,o pensamento de Platão,onde dizia que o corpo é a prisão da alma!
4- Na minha opinião,poder de resgatar vidas é apenas maravilhoso.
5-Na mitologia grega,com o poder da criação, gerou vidas assim criou toda a humanidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor Saldanha



Mensagens : 1
Data de inscrição : 21/09/2017

MensagemAssunto: Vitor 2a   Dom Set 24, 2017 6:37 pm

SHELLEY, Mary. Franskenstein.

Sinopse

A princípio, tratava-se de um pequeno conto sobre um jovem estudante suíço que ambicionava criar um ser ideal, injetando vida a um corpo morto. Mais tarde, transformado em romance, tornou-se um marco na literatura do gênero. Frankenstein ou o Moderno Prometeu (Frankenstein; or the Modern Prometheus, no original em inglês), mais conhecido simplesmente por Frankenstein, é um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório. Mary Shelley escreveu a história quando tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817, e a obra foi primeiramente publicada em 1818, sem crédito para a autora na primeira edição. Atualmente costuma-se considerar a versão revisada da terceira edição do livro, publicada em 1831, como a definitiva. O romance obteve grande sucesso e gerou todo um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidental. (fonte : Skoob)
Diante da obra citada e a adaptação cinematográfica (2015) exibido em sala de aula, argumente neste fórum sobre os seguintes tópicos:


“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

-Victor queria quebrar os paradiguimas da igreja e seus fiéis naquela época e provar que a ciência teria a razão sobre todos os fenômenos da natureza.

Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

-Com o avanço da tecnologia constante leva a crer que podemos saber sobre tudo e isso gera ações que ferem a propria dignidade humana e nos faz pensar qual o limite da ciência.

Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

-A busca pela razão atravéz da ciência e compreenção do universo que nos leva a questionar se o ser humano é capaz de criar ou ressucitar terceiros da morte

Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.
-Em minha opinião os experimentos de victor são contra a ética e moral humana e por mais que tenha sucesso seria uma aberração à natureza pois não faria parte dela.
Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

-A criação de um ser, se assemelhando ao poder de um Deus e ter o dom de criar vida
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
gabriel_menezes



Mensagens : 1
Data de inscrição : 24/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Seg Set 25, 2017 4:00 pm


“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Essa frase me trás a ideia do tamanho da ambição de victor que tem como objetivo quebrar uns dos maiores enigmas da humanidade, a morte.Victor pela sua ambição estava crente que poderia ser maior ou igual a Deus, O que me lembrou a historia do anjo samael (lúcifer) que foi criado perfeito mas por algum motivo a sua ambição o levou a tentar tomar o lugar Deus e foi banido do paraíso . Que é algo que victor tenta fazer ao tentar quebrar o clico da vida, e o maior defeito dessa ambição é não se preocupar com o mal que essa decisão pode ser tornar,tem uma frase de nicolau maquiável que remete a esse assunto "Mas a ambição do homem é tão grande que, para satisfazer uma vontade presente, não pensa no mal que daí a algum tempo pode resultar dela."

Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

R:A buscade victor pela razão ultrapassa os valores humanos quando ele faz experimentos anti eticos que acaba gerando em mortes. Alguns experimentos que passaram do limite assim como o de Victor foi as câmaras sovieticas onde eram testados varias toxinas como o gás mostarda e experimentos nazista que congelavam pessoa buscando aprimorar suas habilidades.


Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

R:Os fundamentos filosoficos presentes no filme é o iluminismo e cientificismo.


Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

R= Na minha opinião acredito que volta a vida depois de morrer será realmente possivel,mesmo que a etica seja abalada teriamos como ajudar mais pessoas e salvar a vida de muitos que morram por causa de acidentes ou até revivendo grande filosofos e cientistas.

Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

R=Segundo a mitologia grega, prometheus roubou o segredo do fogo dos Deuses para dar aos seres humanos recem criados, e por esse motivo foi severamente castigado por Zeus. O que acaba trazendo a ideia que a manipulação da vida é algo divino e não deve ser alterado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Polyanna Pereira



Mensagens : 1
Data de inscrição : 21/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Seg Set 25, 2017 10:04 pm



“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.


A afirmação mostra uma ideia de poder criada por Victor, procurando assim uma forma de criação diferente dos padrões ideais da época, e levando o a lutar contra uma sociedade já anteriormente definida, criando assim o início de uma revolução.


Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

A busca pela razão ultrapassa os valores humanos a partir da liberdade de cada indivíduo de ter uma linha de raciocínio própria, que não segue ideias já antes providas, a razão ultrapassa os valores humanos quando novas ideias são propostas e analisadas de uma forma não preconceituosa.

Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

O filme aborda a busca pela razão, onde o homem não deve ser apenas matéria, mas também deva ter sentimentos para que se torne único e possa fazer a diferença.

Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

O homem, em minha opinião, deve sempre buscar as suas próprias respostas para suas dúvidas, não sendo prejudicadas por dogmas ja impostos, o homem pode sim fazer a diferença com seu próprio estudo, podendo assim ser capaz de criar a vida, porém na sociedade existem muitas éticas que nos tornam retrógrados e nos impedem de evoluir.

Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

Na mitologia, é dada ao homem a racionalidade, tendo o poder de pensar, e Victor no filme tinha o mesmo plano, persistindo em criar um ser consciente que não fosse apenas carne.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maria Isabel Ribeiro



Mensagens : 1
Data de inscrição : 25/09/2017

MensagemAssunto: Maria Isabel 2a   Seg Set 25, 2017 10:15 pm

1) a frase mostra o tamanho da ambição de Vítor que tem como objetivo quebrar um dos maiores enigmas da humanidade
2) a busca ultrapassa os valores humanos quando ele faz experimentos anti-ético
3) ilusionismo e cientificismo
4) eu acho que a vida não volte depois da morte e se alguém umndua tentar fazer com que a vida volte depois da morte abalaria muito a ética
5) a criação de uma pessoa semelhante a Deus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amandabs



Mensagens : 1
Data de inscrição : 25/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Seg Set 25, 2017 10:41 pm


[b]“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

Pois Victor queria achar uma nova forma d revolucionar a morte, afirmando q após algo morrer, ele poderia sim voltar a vida é quebrando os padrões da forma d pensar da época.



Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

Quando a busca pela vida pós morte e para receber esses resultados utiliza d meios nada éticos e desumanos.



Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

As fundações filosofias e do filme sao o Iluminismo e o cientificismo


Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

Para a evolução humano, muitos padrões antigos (que na época eram atuais) foram quebrados e assim possibilitando criar novas áreas da ciência, e até expandir as já existem, entao em minha opinião é realmente possível criar vida após a morte, e a ética que pode ser abalada atualmente, pode não significar nada daqui a alguns anos, e trazer grandes benefícios para os homens e a ciência.





Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu

Ele queria, baseado nos conceitos mitológicos, criar um ser após a morte, espelhando,-se no ser mais perfeito para ele: Deus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruno Sá



Mensagens : 1
Data de inscrição : 25/09/2017

MensagemAssunto: Bruno Sá 2° A   Seg Set 25, 2017 10:48 pm

“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.
Essa afirmação feita por Victor, é o que ele busca no filme uma segunda chance de viver mesmo depois de morto, ele rompe a lei e a ética afim de se tornar um ícone no mundo da ciência  


Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?
Ela ultrapassa quando victor não respeita a lei furtando corpos de animais e sendo assim virando um criminoso para provar sua tese.


Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?
São o ilusionismo, a busca pela razão através da ciência o cientificismo.


Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.
Na minha opinião se vive somente uma vez, a morte vem para todos e deve ser respeitada ao maximo, o jeito que victor faz quebrando a etica e dando vida apos a morte é algo totalmente errado.

Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?
Dar vida a um novo ser,e entrar para a historia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
camila nunes parreiras



Mensagens : 1
Data de inscrição : 25/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Seg Set 25, 2017 11:29 pm

[quote="Admin"]SHELLEY, Mary. Franskenstein.

Sinopse

   A princípio, tratava-se de um pequeno conto sobre um jovem estudante suíço que ambicionava criar um ser ideal, injetando vida a um corpo morto. Mais tarde, transformado em romance, tornou-se um marco na literatura do gênero. Frankenstein ou o Moderno Prometeu (Frankenstein; or the Modern Prometheus, no original em inglês), mais conhecido simplesmente por Frankenstein, é um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório. Mary Shelley escreveu a história quando tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817, e a obra foi primeiramente publicada em 1818, sem crédito para a autora na primeira edição. Atualmente costuma-se considerar a versão revisada da terceira edição do livro, publicada em 1831, como a definitiva. O romance obteve grande sucesso e gerou todo um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidental. (fonte : Skoob)
Diante da obra citada e a adaptação cinematográfica (2015) exibido em sala de aula, argumente neste fórum sobre os seguintes tópicos:


  • “Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação.

[b]
******“Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo."
1- Ele quer da a vida a um novo ser, um ser que nunca foi inventado e nem visto, no caso uma nova vida..
Na minha opinião isso nunca será possível, pois aqueles que tiveram fim a sua vida, jamais voltaram do jeito que deixaram o mundo e seus corpos

[list]
[*]Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

** 2-Quando a pessoa passa a acreditar apenas naquilo e passa por cima de ética, moral, entre outros para conseguir o que quer,



[*]Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?


******3- A visão do homem como um ser inteligente e as crenças religiosas.


[list]
[*]Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

4- Não concordo, pois acredito que nascemos para uma missão e quando ela se completa, acaba nosso tempo na terra..se voltássemos seria apenas uma alma perdida no mundo.


[*]Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?
****5- Ele concedeu ao ser humano o poder de pensar e raciocinar, bem como lhes transmitiu os mais variados oficios e aptidões, e Victor tentou criar a vida do zero, tentando criar um ser que detinha raciocínio e pensamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eduardo Barony



Mensagens : 1
Data de inscrição : 27/09/2017

MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   Qua Set 27, 2017 8:23 pm

Admin escreveu:
SHELLEY, Mary. Franskenstein.

Sinopse

   A princípio, tratava-se de um pequeno conto sobre um jovem estudante suíço que ambicionava criar um ser ideal, injetando vida a um corpo morto. Mais tarde, transformado em romance, tornou-se um marco na literatura do gênero. Frankenstein ou o Moderno Prometeu (Frankenstein; or the Modern Prometheus, no original em inglês), mais conhecido simplesmente por Frankenstein, é um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório. Mary Shelley escreveu a história quando tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817, e a obra foi primeiramente publicada em 1818, sem crédito para a autora na primeira edição. Atualmente costuma-se considerar a versão revisada da terceira edição do livro, publicada em 1831, como a definitiva. O romance obteve grande sucesso e gerou todo um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidental. (fonte : Skoob)
Diante da obra citada e a adaptação cinematográfica (2015) exibido em sala de aula, argumente neste fórum sobre os seguintes tópicos:


  • “Eu seria o primeiro a romper os laços entre a vida e a morte, fazendo jorrar uma nova luz nas trevas do mundo." "Ressurreição! Sim, isso seria nada menos que o poder de ressurreição.” Comente sobre essa afirmação

Na minha opinião, a frase descreve uma ideologia de um homem crente de que a morte é o fim e que também traz muito sofrimento para a humanidade,tendo como a unica opção buscar a ressurreição, mas para mim está errado, pois ele estaria infligindo na ordem cíclica da vida.

  • Como a busca pela razão ultrapassa os valores humanos?

Na minha opinião, a busca pela razão só ultrapassa os valores humanos quando queremos impor nossas vontades e ideais acima dos outros (de uma forma extremista ou não), pois não existe uma verdade absoluta, tudo depende do ponto de vista de cada um.


  • Quais fundamentações filosóficas estão presentes no filme?

As fundamentações filosóficas presentes no filme para mim são, a busca contante de Victor pela razão e pelos seus ideais e o conceito de liberdade (mostrado na hora que Victor salva o corcunda do circo).


  • Victor Frankeinsten é um homem devotado a ciência, sua pequena busca era a de criar a vida, é quase a busca pelo poder criador, o que comumente chamamos de "Deus". Victor queria ser a seu modo Deus criando e trazendo de volta a vida. Qual sua opinião diante da visão entre vida e morte e a possibilidade de resgatar a vida, mesmo que para isso, a ética deverá ser abalada.

Na minha opinião, existe um Deus criador que tem o poder sobre a vida e a morte.Jamais abalaria minha ética e meus ideais para obter poder sobre a vida e a morte, pois acredito que existe uma vida pós-morte.

  • Qual a analogia da criação de Victor Frankestein e o mito de Prometeu?

Na minha opinião, a analogia que podemos atribuir é que Victor quer ser um criador, uma divindade e para isso utiliza métodos não éticos para executar seus ideais, assim como Prometeu, que também utiliza meios não éticos para cumprir seus objetivos, por exemplo o furto, Victor roubando pedaços de gente morta e Prometeu o fogo da olimpo .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Frankestein e a Filosofia - 2º Ano / E.M.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Filosofia da Geometria
» FILOSOFIA ESPÍRITA - VOLUME 1 - MIRAMEZ / JOÃO NUNES MAIA
» Eletricidade - Victor Frankenstein
» A filosofia do tempo e o espaço e sua aplicação na doutrina do "céu e o inferno"
» O Mito da Caverna de Platão

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ALICE NA CAVERNA :: Sua primeira categoria :: Seu primeiro fórum-
Ir para: